sábado, 10 de setembro de 2011

Casos de Gêmeos Parasitas [Fetus in feto]


Garoto Dicéfalo de Bengala

Uma história intrigante envolve o crânio do Garoto Dicéfalo de Bengala, acima em desenho de 1799. A criança teria nascido em maio de 1783, na aldeia de Mundul Gait, em Bengala, na Índia. Nos primeiros minutos de vida, o menino, por sua deformidade, foi atirado ao fogo pela parteira. Mas a mãe conseguiu salvá-lo. Os pais do garoto ganharam muito dinheiro o exibindo ao público e aos nobres de toda a Índia.
Os dois crânios eram ligados na parte superior, tinham o mesmo tamanho e eram cobertos por cabelo. Havia dois cérebros. A cabeça parasita apresentava também movimentos independentes. Podia fazer caretas se beliscada nas bochechas, se levada ao peito para mamar, posicionava a boca, os olhos abriam e fechavam, a mandíbula se mexia, havia secreção lacrimal e saliva. Entretanto, a língua e as orelhas eram deformadas. Infelizmente, nenhum especialista examinou o garoto. Ele morreu picado por uma cobra, aos quatro anos de idade. Bondesen afirma que a literatura médica registra nove casos de "craniopagus parasiticus" ou "épicome" (em francês), mas só o de Bengala viveu tantos anos. Seu corpo foi exumado por Everard Home. A autópsia revelou que o pescoço rudimentar continha fragmentos de ossos e restos de coração e pulmões. O crânio está em exposição no Museu Hunterian em Londres. 

MYRTLE CORBIN 

Myrtle nasceu em Clebourne, Texas, com um parasita abdominal constituída por um corpo pequeno e bem desenvolvido a partir da cintura para baixo, incluindo órgãos sexuais e sistema reprodutivo próprios. Myrtle casou e teve cinco filhos, três nascidos de seu corpo e dois do parasita. Isto pode parecer incrível, mas de acordo com o British Medical Journal, em 1889, aconteceu um caso semelhante. Uma mulher de 29 anos carregava um parasita semelhante. Quando seu médico lhe disse que ela estava grávida, ela respondeu que estava errado, pois o seu marido normalmente só mantinha relações sexuais com o seu parasita. Bom, no caso da moça, o parasita não era tão desenvolvido como em Myrtle para acomodar o feto e por isso ela foi obrigada a abortar.

Manar Maged


Manar Maged nasceu no Egito em 19 de fevereiro de 2005. Aos dez meses de vida, ela foi submetida a uma cirurgia que durou cerca de 13 horas e foi bem-sucedida, mas infelizmente, Manar morreu em 25 de março de 2006 por uma infecção em seu cérebro. Mais tarde, o chefe do Islam considerou como um ato de crueldade ter removido a irmã parasita, pois esta tinha mostrado sua capacidade de rir, piscar, chorar e tentava mamar quando chegava próximo ao seio materno. Apesar de tudo isso, os médicos disseram que seria impossível a gêmea parasita pensar de forma independente.

PASCUAL PIGNON

Outro caso é o de Pascal Pignon, um mexicano nascido com uma outra cabeça em seu crânio. Esta segunda cabeça podia mover os olhos, abriu a boca e gritar, mas nunca foi capaz de falar. Pascal trabalhou em várias apresentações públicas no circo dos horrores.

Uma das histórias mais estranhas e mais tristes de deformidades humanas é sem dúvida a de Edward Mordake. Diziam que o mesmo era herdeiro de uma das famílias mais aristocrátas da  Inglaterra, no entanto, ele nunca conquistou o título de nobreza e se suicidou aos 23 anos. 

Edward viveu totalmente isolado. Sua face natural era muito bonita, mas na parte de trás de sua cabeça, existia outra face muito feia. Uma era agradável como um sonho, e a outra medonha como um demônio.
O rosto parecia uma máscara, ocupando apenas uma pequena parte do crânio, mas exibia certos sinais de inteligência, no entanto inteligência maligna! Podia ser visto sorrindo enquanto Mordake lamentava sua condição. Seus olhos seguiam os movimentos dos observadores e os lábios balbuciando incessantemente. Nenhuma voz nunca foi ouvida, mas Mordake dizia que não conseguia dormir à noite por causa dos sussurros de ódio do seu irmão gêmeo do mal (como ele a chamava), que nunca dormia, mas sempre falava sobre coisas do inferno.

Cansado de tanto sofrimento, Edward tomou veneno e se suicidou. Ele deixou uma carta pedindo que a face demoníaca fosse destruída antes do seu enterro, para não continuar com os sussurros demoníacos do seu irmão, em meu túmulo.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...